COMO SE PREPARAR PARA UMA APRESENTAÇÃO EM PÚBLICO?

 A Comunicação Corporal, por vezes chamada de Expressão Corporal, indica nossas atitudes e personalidade diante de uma situação inesperada. Ela é considerada por muitos especialistas um dos fatores decisivos para a aprovação de um candidato numa seleção de emprego ou de uma sugestão em reuniões de assuntos estratégicos e de negócios.


A postura corporal adequada é obtida após treinamento e exercícios constantes. O conceito de Expressão Corporal envolve a linguagem corporal (body language), a dicção (capacidade de elucidar algo), treinamento para entonação da voz, entre outros assuntos.

O objetivo desse treinamento é auxiliar o orador, ou comunicador, a se expressar da melhor forma possível ao público-alvo, auxiliando-o a ter projeção vocal e permitir que as articulações em seu corpo transmitam a mensagem de segurança e naturalidade.

Não se trata de questão estética. O treinamento é primordial a todos. Eis algumas dicas essenciais:

1) Mantenha um ângulo de 90º entre a ponta do queixo e o pescoço. A cabeça para baixo não indica humildade, mas sim insegurança;

2) Apoie os pés de forma que o peso do corpo seja distribuído a toda a base dos pés, isto é, evite dobrar um dos joelhos enquanto permanecer em pé em frente ao público;

3) Se houver oportunidade de você se acomodar, então sente-se em uma poltrona ou cadeira e deixe seu colega fazer a apresentação tranquilamente. Ao sentar, seus pés devem estar inteiramente apoiados no chão e suas costas devem estar no encosto do assento. Em outras palavras, seus joelhos devem estar posicionados no ângulo de 90º;

4) Quando você estiver em pé, seus joelhos não podem estar muito esticados. Procure posicioná-los de forma levemente flexionada evitando alterações musculares na região lombar e na cervical;

5) Devemos alinhar os ombros e os quadris durante nossos movimentos. Os ombros sempre relaxados para favorecer o posicionamento correto dos braços, o diafragma deve estar um pouco contraído - o que nos leva à famosa expressão "Estufe o peito" ou àquela outra "Esconda a barriga". Na verdade, expressões populares são passíveis de má interpretação. Por isso, o treinamento consiste numa linguagem acessível e amiga a todos, objetivando a má postura e, consequentemente, dores na parte superior do corpo;

6) A nuca deve estar alongada para auxiliar manter a cabeça reta, ou seja, seu olhar deve estar sempre na horizontal. Cabeça inclinada para os lados ou para baixo pode induzir a afirmação ou negação de determinadas mensagens, além de demonstrar insegurança;

7) O olhar sempre direcionado ao público com quem conversamos. Se estivermos tratando com uma pessoa, o olhar deve ser direcionado a ela. Assim, refletiremos segurança e facilitar a persuasão (capacidade de convencimento). Uma voz firme auxiliar na transmissão da mensagem;

8) Para indivíduos com distúrbios vocais, aconselha-se consultas médicas com fonoaudiólogos ou psicólogos especializados;

9) Ao se apresentar, aproxime-se do ouvinte, inclinando o corpo levemente em sua direção. Dessa forma, você sinalizará abertura e disposição para a comunicação;

10) Evite expressões faciais atenuadas (caretas).


Fontes: SILVA, Rodrigo. VIENNI, André. Texto adaptado do site www.centraldeensino.com.br. Data: 25/09/2010.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

COVID-19 (CORONAVÍRUS) - DICAS DE PREVENÇÃO E SEGURANÇA

SMILINGÜIDO - UMA FORMIGUINHA NOTA 10

A IMPORTÂNCIA DO VOLUNTARIADO